Viva em Harmonia

MAIS IDADE E MELHOR, É POSSÍVEL!

Sabem como é possível ficar mais velha e cada vez melhor?
Vamos tentar enumerar o que pode ser feito tomando como exemplo essas fotos da Angelina Jolie:
1. Melhora da qualidade da pele: Lasers e peelings;
2. Redefinir ainda mais os lábios. Preenchimento com ácido hialurônico;
3. Realce das "maçãs do rosto". Bioplastia com ácido hialurônico;
4. Afinamento das bochechas. Bichectomia;
5. Realce do ângulo da mandíbula. Bioplastia com ácido hialurônico;
6. Manutenção das rugas. Botox;
7. Afinamento do nariz. Cirurgia plástica;
8. Arqueamento da sobrancelha. Botox;
9. Correção dos dentes. Ortodontia;
10. Bom corte de cabelo;
11. Maquiagem de bom gosto e sem exageros;
12. E o mais importante. Manter o bom humor e sorrir sempre! É possível! 

VOCÊ SABIA QUE BRUNA LOMBARDI E DONA GERALDA DO BBB TÊM A MESMA IDADE?

A grande diferença entre cada uma delas, além da predisposição genética, é a prevenção.
Muitos procedimentos iniciados precocemente tem ação fundamental para manutenção de uma aparência mais jovem: 
1 - Protetor Solar: Indispensável!!!
2 - Alimentação rica em anti-oxidantes: retarda o envelhecimento;
3 - Evitar fumo: cigarro libera substâncias que causa grande diminuição de colágeno na pele bem como diminui a cicatrização;
3 - Botox: ao contrário do que se imaginava antigamente, que esperava o envelhecimento, hoje sabe-se que botox age preventivamente nas rugas e deve ser iniciado mais cedo;
4 - Lasers e peelings: para renovação da pele e produção de colágeno. 

REJUVENESCIMENTO COM RADIOFREQUÊNCIA FRACIONADA

A tecnologia, que começou a ser utilizada no final de 2012, lembra o laser de CO2 fracionado pelas suas propriedades de aquecimento da pele, que produz uma contração das fibras de colágeno e também estimula a sua produção.


O tratamento acontece através de uma ponteira que emite microdisparos de radiofrequência fracionada, o que gera calor na derme, realizando evaporação celular e potencializando a produção de colágeno. Através desta ponteira são emitidas ondas eletromagnéticas que provocam oscilação das moléculas de água, transformando a energia eletromagnética em térmica. Isso produz um aquecimento na área tratada e formação de um novo colágeno (fibras responsáveis pela firmeza e sustentação da pele). Além da retração imediata da pele, ocorre uma estimulação tardia das fibras colágenas pelos próximos seis meses pós-procedimento.


O termo fracionado quer dizer que o aparelho mantém pequenas partes de pele íntegras entre as colunas de pele tratadas, permitindo uma recuperação mais rápida da pele. O tratamento poupa a superfície da pele, o que também faz com que a recuperação seja mais rápida e segura. O procedimento não é cirúrgico e pode ser feito diretamente no consultório. Pode ser realizado em peles morenas ou negras já que a energia emitida não é luz e sim onda eletromagnética e térmica.


As principais indicações do tratamento são: rugas finas (dos lábios, testa, pés de galinha e pálpebras), flacidez facial e das pálpebras inferiores, envelhecimento solar (do rosto, pescoço, colo e mãos), cicatrizes de acne, manchas solares e estrias. 


Na face o tratamento induz mudanças nas linhas de contorno, melhora do ângulo mandibular, suavização dos sulcos nasolabiais, redução das rugas periorbitais (os chamados pés de galinhas), elevação das sobrancelhas e suavização da textura da pele. Em alguns casos, com três sessões é possível alcançar oito anos de juventude.

TUDO QUE VOCÊ GOSTARIA DE SABER SOBRE: LASERS PARA REJUVENESCIMENTO

O processo natural de envelhecimento pode ser acelerado por fatores como exposição solar, fumo e deficiência hormonal (menopausa). O resultado é o surgimento de flacidez e rugas (ocasionados pela perda de colágeno e ácido hialurônico) e o surgimento de manchas. Os lasers são ótimas opções para renovação celular e estímulo de colágeno.


Existem atualmente, vários lasers dermatológicos que atuam na reversão dos sinais do envelhecimento e cada um tem uma função específica. Dentre os mais utilizados para rejuvenescimento facial estão: o Laser de COFracionado, a Luz Intensa Pulsada, o Laser de Erbium, o laser ND Yag 1064 e a Radiofrequência.


Laser de COfracionado


Este laser possui grande afinidade pela água presente nas células da pele e é absorvido por elas. Ao absorver a energia do laser, há um rápido aquecimento dessas células, que se vaporizam. Isso deixa um espaço de regeneração da pele, que se retrai rapidamente, provocando uma reorganização do tecido vaporizado e da pele ao redor, o que auxilia na retração da pele flácida.


É o laser mais indicado para rejuvenescimento (rugas e flacidez) e também para o tratamento de cicatrizes, estrias, olheiras, poros dilatados e manchas na pele. O procedimento é relativamente rápido, feito com anestesia em pomada e jatos de ar frio, demorando em torno de 20-45 minutos dependendo da área a ser tratada.


Nos primeiros dias após a aplicação do Laser Fracionado de CO2, a pele tratada pode ficar rósea ou vermelha e levemente edemaciada (inchada) em algumas regiões, sendo mais comum nas primeiras 24 horas, principalmente em locais de pele mais fina, como região periocular. Entre o segundo e terceiro dia há formação de uma crosta muito fina sobre a pele, que será rapidamente eliminada.


Freqüentemente a pele volta ao normal em torno de 3 a 7 dias, mas não impede as atividades do dia-a-dia. Existe um protocolo a ser seguido no período pós-laser que inclui o uso de regenerador pós-laser, despigmentantes e cápsulas da beleza.


Luz Intensa Pulsada


A base deste tratamento é o aquecimento de uma estrutura-alvo. A luz chega até esse alvo atravessando a pele e o destrói. Se o alvo é a melanina, pigmento marrom das manchas de sol, o laser a aquece e trata a mancha, desnaturando o pigmento. No caso da hemoglobina, pigmento vermelho dos vasos sanguíneos, a luz pulsada aquece o vasinho indesejado que é vaporizado, ou seja, os vasinhos de cor avermelhada (telangiectasias) também podem ser tratados com a luz intensa pulsada. A ação no colágeno não é de destruição. O colágeno aquecido se remodela, e melhora sua estrutura. O aquecimento também estimula a formação de colágeno novo. Isso dá mais firmeza e melhora a textura da pele.


É o profissional quem determina qual o alvo a ser atingido na sessão, e qual a melhor maneira de atingi-lo. Para isso ele escolhe a intensidade de energia da luz.


Depois da sessão, a pele fica levemente avermelhada, e isso melhora em um ou dois dias. As manchas tratadas escurecem um pouco, mostrando que foram queimadas. Depois de uns dez dias elas descamam e ficam mais claras, ou desaparecem. Os vasinhos levam até um mês após a sessão para clarearem.


Laser de Erbium (Pixel)


O laser Pixel atua através da fototermólise fracionada, com a qual somente uma fração da pele é atingida (segmentos microscópicos). O laser alcança a pele em pequenos pontos, deixando intacta a região ao seu redor. Essas áreas que não foram lesadas promovem uma recuperação rápida da pele, o que aumenta a segurança do procedimento e permite a volta do paciente às suas atividades rapidamente.

Por promover formação de novo colágeno é indicado para rejuvenescimento cutâneo e tratamento de cicatrizes de acne. Os resultados são progressivos. Um melhor resultado é percebido de dois a três meses após as aplicações, devido à contínua formação de colágeno.


Laser ND Yag 1064


O envelhecimento precoce desencadeado pela exposição solar contínua, faz surgir, geralmente após os 30 anos, microvasinhos na pele, conhecidos como telangectasias. Estes vasinhos são mais comuns em face, pescoço e colo (as áreas mais expostas do corpo). As telangectasias podem aparecer como pequenas varizes na pele, ou quando muito diminutos, apenas conferem a pele uma coloração rósea ou avermelhada (principalmente em pessoas de pele clara), dando um aspecto danificado à pele.


O Laser ND Yag 1064 atua nas telangectasias. A quantidade de sessões é proporcional a quantidade de vasos, sendo em menor número em face e em maior número em colo. O pós-laser é bastante tranqüilo e o paciente pode manter suas atividades normais sem necessidade de se ausentar de suas atividades.


Radiofrequência (não é laser)


O aparelho de radiofrequência emite ondas eletromagnéticas que em contato com a pele aquecem as camadas mais profundas da pele (derme), enquanto a superfície se mantém resfriada e protegida. O aquecimento da derme produz contração das fibras de colágeno melhorando a flacidez cutânea.


 


 

EMAGRECER COM SUCESSO: QUEM ESTÁ ENVOLVIDO?

O excesso de peso não se refere somente à obesidade propriamente dita, mas também ao diagnóstico de sobrepeso, que apesar de não ser obesidade também não é considerado peso adequado. Quando tratado de maneira multidisciplinar, é possível atingir um resultado de emagrecimento mais rápido e duradouro.


O primeiro ponto a ser considerado no tratamento é o balanço negativo, ou seja, ingerir menos calorias e gastar mais. O controle de calorias é uma tarefa que compete ao nutricionista. Além da quantidade, este profissional deve focar na qualidade, assegurando a ingestão adequada de todos os nutrientes e na distribuição das refeições, para que o metabolismo responda adequadamente.


Dispondo de modernos equipamentos para análise corporal, o nutricionista consegue descobrir quantidade de água, músculos e gordura do corpo e consegue avaliar o que de fato o paciente está perdendo quando reduz o peso. Além disso, é possível descobrir quantas calorias o corpo gasta diariamente em repouso, o que direciona a prescrição calórica.


O aumento do gasto através da atividade física, visando igualmente que o paciente não perca músculos, é parte essencial de um programa e compete a um profissional habilitado da área. É possível também fazer o corpo manter um bom gasto através de algumas técnicas médicas, como a aplicação de enzimas, que consiste de aplicações intramusculares semanais de substâncias que “aceleram” o metabolismo de maneira sistêmica.


O grande segredo para perder peso e não recuperá-lo posteriormente é não usar métodos passageiros e isolados para atingir o objetivo. Um grande exemplo é o uso de medicamentos sem estar fazendo concomitantemente um acompanhamento nutricional. O paciente, neste caso, até vai conseguir perder peso devido aos efeitos do medicamento, mas em um determinado momento o médico irá suspender gradativamente o uso do mesmo e se os hábitos alimentares não foram modificados anteriormente, o peso será recuperado. Sendo assim, os medicamentos podem ser um grande aliado dentro de um programa, mas seu uso só se justifica se houver prescrição médica e em conjunto com mudanças alimentares. Outro agravante ao “efeito-sanfona” é a suspensão súbita de medicamentos sem orientação médica.


Com as dietas da internet ou de revistas de beleza, as pessoas também perdem peso, mas não conseguem manter por um longo prazo uma alimentação tão restritiva e monótona e quando voltam a se alimentar como antes recuperam o peso.


A reeducação alimentar, diferente de dietas e regimes, tem o objetivo de reorganizar a alimentação de maneira mais gradual, sem grandes restrições. A reorganização se dá pela quantidade, qualidade e horários das refeições. Com o passar do tempo, o paciente vai se adaptando ao método e não enjoando dele, até o ponto de estar seguindo um plano alimentar sem se dar conta disto. Neste caso sim, os resultados serão duradouros e a manutenção do peso será atingida.


É importante também salientar que modismos relacionados à alimentação também devem ser analisados com muito bom senso. Pode parecer clichê, mas o equilíbrio ainda é o melhor aliado.


Quando uma pessoa está determinada a passar pelo processo de reeducação alimentar, somado a atividade física, a mesma também terá sucesso com outras técnicas médicas complementares para perda de peso, como é o caso dos medicamentos e aplicação de enzimas. Desta maneira, até mesmo as técnicas estéticas para tratar celulite e gordura localizada, que também podem fazer parte de um programa, terão resultado mais efetivo. 


 


 

CRIOLIPÓLISE: FEITA COM SEGURANÇA, DESTRÓI A GORDURA

'Crio' significa frio. 'Lipólise' é o termo científico para quebra de gordura.


A tecnologia é moderna, sem cortes e cirurgia, sendo capaz de diminuir em torno de 25% da gordura localizada em apenas uma sessão. Trabalha com sucção e congelamento das células gordurosas a uma temperatura de aproximadamente -7ºC.


A gordura localizada pode aparecer mesmo em pessoas magras. O excesso de gordura corporal e a ação hormonal podem levar ao depósito de tecido gorduroso em partes específicas do corpo. No homem, o local preferencial é a barriga e na mulher o quadril, onde aparece o famoso culote, sendo que a gordurinha na barriga também não fica de fora. Na maioria dos casos, esse tipo de gordura dificilmente é mobilizado, mesmo quando se perde peso.


É para lidar com essa gordura, a mais difícil de perder, que a criolipólise foi desenvolvida por estudiosos da Universidade de Harvard (EUA) em 2008. Antes disso, acreditava-se que os métodos para o tratamento de gordura localizada tinham que se basear em procedimentos associados ao calor.


O aparelho, que contraria essa idéia, suga a pele, puxando e segurando a gordura entre seus dois painéis, resfriando-a. O frio diminui a passagem do oxigênio pelas células de gordura. Com isso, elas morrem. Com a baixa temperatura, as células mortas cristalizam e são levadas pelo sangue para o fígado e depois eliminadas pelo organismo, isso tudo nem período de seis a oito semanas. Esse processo gera diminuição de volume na área.


O procedimento não afeta outros órgãos e a pele deve ser protegida por uma película durante a sessão. O paciente pode retomar a rotina imediatamente após o tratamento. O tratamento é simples e as sessões podem ser repetidas a cada 2 meses ou quando for conveniente.


A criolipólise é indicada para pessoas que possuem gordura localizada, mas que estão em um peso ideal, definido em relação à altura e idade. Assim como a lipoaspiração, o tratamento não é indicado para pessoas obesas ou com sobrepeso e também é contra-indicado para pessoas com grau de flacidez grande. 


Outros aspectos também precisam ser analisados, antes de se realizar o tratamento, aumentando as chances de sucesso e reduzindo os riscos de queimaduras: os profissionais precisam ser treinados; o aparelho deve ter registro na ANVISA e ter controle ideal de temperatura; a película que protege a pele deve ser de excelente qualidade; a pré-avaliação deve ser sempre realizada, pois este pode não ser o melhor tratamento para todos os casos. E por último: se estive barato demais, desconfie.


A manutenção de um estilo de vida adequado no período pós-tratamento (alimentação e atividade física) é também essencial e determinante de resultados satisfatórios. 


 


 

TOXINA BOTULÍNICA: A MAIS FORTE INIMIGA DAS RUGAS

O BOTOX® é a primeira e mais consagrada toxina botulínica do mercado, com marca registrada pela empresa Allergan.  É indicada para tratamento de rugas, linhas de expressão e suor excessivo das axilas e palmas das mãos (hiperidrose). Existem várias outras toxinas no mercado, mas nem todas têm registro na ANVISA. É importante este conhecimento, pois BOTOX® apresenta a menor antigenicidade. Isso quer dizer que a duração do seu efeito é maior e caso o cliente opte por fazer o tratamento pela segunda vez, terá maior eficácia comparado as outras toxinas existente no mercado. Por isso, sempre antes de fazer o procedimento, é importante perguntar qual produto será utilizado.


Existe uma grande confusão entre BOTOX® e substâncias preenchedoras como, o ácido hialurônico, ácido polilático ou polimetilmetacrilato (PMMA). O BOTOX® tem como principal ação o relaxamento da musculatura para atenuação das rugas causadas pela expressão (rugas dinâmicas), enquanto os preenchedores têm como função dar volume a uma área, preencher afundamentos ou rugas profundas não dependentes da expressão (rugas estáticas). Outra dúvida freqüente é a associação do BOTOX® à pele esticada. Existem outros procedimentos cirúrgicos como o lifting que têm como objetivo o “esticamento” da pele, que muitas vezes erroneamente é atribuído ao BOTOX®. O BOTOX®, sendo usado em dose adequada e nos pontos corretos faz com que se tenha uma aparência mais jovem, com menos rugas e natural.


Ao contrário do que muitos pensam, a toxina não perde seu efeito exatamente com 6 meses. Ela começa a ter seu efeito diminuído antes dos 6 meses até chegar no sexto mês com aspecto próximo do que era antes. Existem pessoas que ainda estão sob um pequeno efeito com até 9 meses após a aplicação. Após esse período as rugas voltam, em geral, na mesma intensidade de antes, mas com a grande vantagem: ter prevenido durante todo este tempo a piora ou aparecimento de novas, ou seja, BOTOX® não é só tratamento é também prevenção.


É importante salientar que não existem cremes que apresentem toxina botulínica Tipo A em sua formulação.  Os cremes atuam superficialmente sobre a pele, enquanto que a toxina botulínica Tipo A atua diretamente no músculo onde é injetada.  Nenhum creme é capaz de proporcionar efeito comparável. O efeito de BOTOX® começa aparecer em 3 dias após a aplicação e pode levar de 10 a 14 dias para chegar ao resultado final.


Não existe idade correta para início da aplicação. Estudos comprovam segurança a partir de 12 anos de idade, mas obviamente não se recomenda o uso estético nessa idade. O ideal é começar o uso preventivo assim que comecem salientar as rugas de expressão, o que pode ocorrer, em alguns casos, por volta de 20 anos de idade. 

©2015: Harmonia - Emagrecimento, laser e estética - Todos direitos reservados - Desenvolvido por: Agência RB